Põe na mesa

Chef Raphael Marques imprime seu ritmo nos restaurantes Duo e Duo Trattoria, no Rio

17 de agosto de 2017

Assim que Raphael Marques voltou ao Brasil passou pela prova de fogo com Nicola Giorgio (ex-Fasano). O restaurateur italiano com 34 anos de experiência não analisa currículo, pede para os candidatos preparem massa com molho de tomate. O ponto certo de cozimento é um dos fatores decisivos. O atual chef executivo do grupo gastronômico que Nicola comanda ao lado de Dionísio Chaves foi contrato em tempo recorde. “Cheguei da Califórnia e fui conversar com eles num sábado. Na segunda eu comecei a trabalhar”, conta o carioca da gema.

O chef lembra an passant que montou um prato de frutos do mar. Aprovado! Tanto que esteve à frente de quatro dos cinco restaurantes da dupla. Em 2011, depois de uma jornada de seis anos na Califórnia, nos Estados Unidos, auxiliou na inauguração do Bottega del Vino e encarou dupla jornada no Duo Restaurante, o primeiro empreendimento dos sócios.

Hoje, comanda as cozinhas dos italianos Duo e Duo Trattoria, ambos na Barra da Tijuca. Quem vê Raphael íntimo da gastronomia do país da bota não imagina sua paixão pelos peixes nem pela forma de preparo com as mãos. A influência do Nobu, restaurante japonês referência no mundo em que ele trabalhou na filial de Malibu, é direta. Continue lendo “Chef Raphael Marques imprime seu ritmo nos restaurantes Duo e Duo Trattoria, no Rio”

Põe na mesa

Café coado em casa: confira 10 dicas que fazem toda a diferença

3 de julho de 2017

Há pouco tempo estive em São Lourenço, Minas Gerais, e claro dei um pulo na Unique Cafés. A cafeteria, considerada uma das melhores do país, fica no calcadão principal da cidade, próximo ao Parque das Águas.

A casa oferece vários tipos de cafés, como o frutado, orgânico e descafeinado. Além das máquinas do expresso, os atendentes preparam na frente dos fregueses o café coado. O cheiro é inconfundível!

Por isso, peguei dicas infalíveis com o barista Gabriel Guimarães. Veja só: Continue lendo “Café coado em casa: confira 10 dicas que fazem toda a diferença”

Põe na mesa

L’Etoile apresenta menu de inverno

25 de maio de 2017

Sentar para jantar ao som das ondas do mar de São Conrado já seria o suficiente para uma ótima experiência. Mas, não surpreendentemente – porque sempre são aguardadas boas novidades do L’Etoile – a refeição completou o cenário. O menu de inverno, que teve seu lançamento na última semana, é assinado pelo chef fancês Jean Paul Bondoux. Seu companheiro de equipe, o chef executivo Felix Sanchez, me recebeu com aromas e gostos especiais. Tudo seria diferente se não houvesse os vinhos selecionados por Wallace Neves. O sommellier do restaurante, inclusive, foi eleito o melhor do Brasil promovido pela  CVRA (Comissão Vitivinícola Regional Alentejana). Uma honra!

Comecei pela ostra crocante com farinha panko. A apresentação dispensa comentários. Logo em seguida, a aposta do chef chileno que comandava a cozinha: carpaccio de vieiras. Para Felix, será um dos pratos mais servidos durante a temporada fria. O aroma é de deixar qualquer paladar pronto. Há molho cítrico e uma declinação de maracujá. Para harmonizar, o escolhido foi um Sauvignon Blanc.   Continue lendo “L’Etoile apresenta menu de inverno”

Põe na mesa

A melhor caipirinha do mundo!

24 de janeiro de 2017

Sempre que entro em algum hotel lembro do meu primeiro emprego.  Terminei o Ensino Médio quando não tinha nem 18 anos e fiquei fazendo bicos pra conseguir uma graninha – dei aula particular, panfletei e divulguei festas, atendia telefones em escritórios – mas carteira assinada mesmo foi no Praia Ipanema. Melhor não podia ser: saí do Colégio São Paulo, de frente praquele marzão do Arpoador e continuei na Av. Vieira Souto, mas coladinho ao Jardim de Alah. Continue lendo “A melhor caipirinha do mundo!”

Põe na mesa

Museu da Cerveja: a casa das amargas em Portugal

5 de dezembro de 2016

Eis que o elétrico vira a esquina e vemos o Museu da Cerveja. O destino era Alfama. Mas, que tal dar uma paradinha aqui para almoçar, provar uma coisinha diferente e depois seguir os planos? Uma coisa que adoro fazer quando viajo é: me programar. E desprogramar na hora certa!

O Museu da Cerveja fica na Praça do Comércio, em Lisboa – a estação do metro é a Terreiro do Paço. Eu tinha ouvido falar bem pouco do local, são poucas as dicas pelo lugar. Eu confesso que fui para almoçar. Isso mesmo: meu objetivo principal não era beber. Continue lendo “Museu da Cerveja: a casa das amargas em Portugal”

Põe na mesa

Mito ou verdade? Descubra curiosidades sobre cervejas!

26 de outubro de 2016

1 – Chopp tem mais calorias que a cerveja. 

Mito.

Uma mesma marca de cerveja tem as mesmas calorias seja em chope ou lata/garrafa. O valor calórico pode variar entre marcas, entre 90 a 120 calorias dependendo do estilo da cerveja. Já as light têm menos de 65 calorias.

Detalhe importante: as zero álcool são tão calóricas quanto as regulares.

Continue lendo “Mito ou verdade? Descubra curiosidades sobre cervejas!”

Crônicas da caixola

Mulher que bebe demais

3 de outubro de 2016

– Desce uma gelada!

– Calma, Tita, também não é assim… deixa que o garçom vem até aqui e a gente escolhe.

– Ei, psiu, Chico!

Seu Manel chega na mesa e pergunta daquele jeito que mistura gentileza com ironia: “o que as moças vão querer beber”? Continue lendo “Mulher que bebe demais”

Põe na mesa

Como beber cachaça: confira o guia do mestre!

2 de agosto de 2016

O dia em que aprendi a beber cachaça está marcado. Numa esquina movimentada da Tijuca, mais precisamente na General Espirito Santo Cardoso com a Rua Uruguai. Ali está Toninho e seu Bar do Momo, que entre uma golada e outra da turma agrada nossos paladares com o que há de bom, muito bom, em se tratando de comida de boteco. Até o jiló eu já provei lá – e aprovei, diga-se de passagem.  
 
O começo de noite e a mesa perto do balcão fizeram a diferença. Meio da semana e todos agindo como sexta fosse. As mesas se apertavam entre o vai-e-vem da cozinha e dos frequentadores. Comecei pela moela – um capítulo à parte preparado por Paulette (chef do Colarinho Branco, em Nova Iguaçu) – e adentrei na dobradinha só pra fazer diferente. Esse preparo nunca foi um dos meus preferidos, mas curiosa que sou dei uma oportunidade. Por surpresa, veio acompanhada de purê de feijão branco.
Continue lendo “Como beber cachaça: confira o guia do mestre!”
Põe na mesa

É pra comer ou pra beber?

10 de julho de 2016

Pode ser os dois?
 
Ok, pode!
 

A modinha das cervejas especiais formou uma dupla e tanto com os hambúrgueres. Muitos preparados com blends diferenciados e que fogem do já conhecido filé mignon. Mas, melhor que acompanhar com a gelada, é preparar com a amarguinha. O gosto ganha um sabor diferenciado, sim. Por isso, resolvi fazer um roteiro de onde comer bem e combinar a cerva na medida certa. E detalhe: não é só sanduíche, não… você vai se surpreender!
Continue lendo “É pra comer ou pra beber?”